Clínica de Oftalmologia Dr Horácio Correia - Doença dos Olhos / Consulta de Olho Seco

Consulta de Olho Seco

Bookmark and Share


De cada vez que piscamos, os nossos olhos são humedecidos por lágrimas fabricadas para essa função. Algumas pessoas não produzem lágrimas suficientes ou produzem lágrimas de pouco poder lubrificante para manter os olhos húmidos. Essa doença é chamada de Olho Seco.
As lágrimas saem dos nossos olhos constantemente e principalmente quando choramos ou quando estão irritados. No entanto, as lágrimas têm uma importância muito maior do que expressar sentimentos ou uma reação orgânica. As lágrimas são responsáveis pela clareza e nitidez da nossa visão, pois mantêm os nossos olhos limpos e lubrificados. A superfície da córnea, particularmente a interface entre o epitélio da córnea e o filme lacrimal, corresponde ao elemento ótico mais importante para a refração ocular. Esta interface é afetada na DOENÇA ou SÍNDROME DO OLHO SECO. 

Causas e Sintomas

A produção de lágrimas, geralmente diminui com a idade. O Olho Seco pode ocorrer tanto em homens como em mulheres, em qualquer idade, embora sejam mais frequentes em mulheres após a menopausa.
O Olho Seco também está associado a problemas de artrite e boca seca. Alguns medicamentos também podem causar Olho Seco.
Outra condição associada ao Olho Seco é a Doença da Margem Palpebral, que consiste numa inflamação comum e persistente das pálpebras (Blefarite), em que as pálpebras superiores e inferiores tornam-se revestidas com partículas oleosas e descamativas junto à base dos cílios (“pestanas”).
Os sintomas mais comuns incluem:
  • desconforto ocular em picada ou ardor nos olhos;
  • prurido ocular;
  • muco dentro ou em redor dos olhos;
  • irritação ocular excessiva pelo fumo ou vento;
  • excesso de lágrimas;
  • desconforto ao usar lentes de contato.
A Doença do Olho Seco afeta 30 a 40 % da população, sendo caraterizada pela sua cronicidade e intermitência de sintomas.


Exames 
O teste de Schirmer é usado para quantificar a produção de lágrimas, sendo o teste mais comum no estudo desta patologia. Atualmente, a clinica dispõe do equipamento mais avançado no estudo diagnóstico e de seguimento da Doença do Olho Seco: Keratograph 5M (Oculus®). Este dispositivo apresenta diversas funcionalidades que permitem avaliar quantitativa e qualitativamente o filme lacrimal:
  • Medição da altura do menisco lacrimal
  • Avaliação da camada lipídica do filme lacrimal
  • Imagiologia das glândulas de Meibómios
  • Tempo de rutura do filme lacrimal
 

Tratamento
A substituição de lágrimas naturais por artificiais é a forma mais comum de se tratar o Olho Seco. Existem diversos tipos de colírios, podendo alguns deles serem os mais adequados para o seu caso.
Uma boa higiéne palpebral é fundamental. Em determinados casos, a limpeza cuidadosa margem palpebral-cílios (“pestanas”) é suficiente para o controle desta patologia.
A inflamação inerente à Doença do Olho Seco deve ser cuidadosamente tratada. Nos casos associados inflamação da superfície ocular e da margem palpebral, a prescrição de medicação tópica (colírio ou pomada) de corticosteróides (associada a antibióticos) pode ser necessário para controlar a situação.
A suplementação nutricional de Omega-3 é também benéfica para os doentes portadores de Olho Seco, especialmente nos casos associados à inflamação da margem palpebral.
A preservação das lágrimas na superfície ocular é outra forma de tratamento do Olho Seco. Naturalmente, as lágrimas são drenadas por um pequeno orifício existente em cada uma das pálpebras para a cavidade nasal. Estes canais de escoamento podem ser fechados cirurgicamente recorrendo a plugs lacrimais. É um procedimento indolor e que visa impedir um escoamento rápido das lágrimas, permitindo uma humidificação mais prolongada do olho.
Notícias em destaque

IOL MASTER 500 vs BIOMETRIA DE CONTATO

  As grandes vantagens da biometria realizada pelo IOL Master 500 são o não...

iTrace - Novo equipamento disponível

A Clínica Oftalmológica Dr. Horácio Correia vai ter disponível um novo...
ASCRS 2015 em San Diego

ASCRS 2015 em San Diego

O Dr. Faria Correia participou como palestrante no Congresso da American Society of Cataract and...