Clínica de Oftalmologia Dr Horácio Correia - Doença dos Olhos / Importância da Consulta Oftalmológica

Importância da Consulta Oftalmológica

Bookmark and Share


A Medicina Moderna tem como grande objetivo a deteção precoce de doenças graves, no sentido de impedir o seu avanço.
É neste contexto que se enquadra a importância da consulta de Oftalmologia. O exame oftalmológico deve ser efetuado tendo sempre por base a idade dos doentes, visando a particularidade da patologia mais frequente em cada faixa etária.


0 aos 10 anos Dada a incapacidade de comunicação das crianças, existe a preocupação de que o exame oftalmológico possa ser limitado e deficiente.
No entanto, o médido oftalmologista tem acesso fácil à avaliação ocular global, sendo capaz de avaliar a necessidade de uns simples óculos, como até detetar doenças importantes de fundo ocular sem precisar da informação do doente. Neste sentido, é fundamental que a criança seja observada pelo oftalmologista o mais cedo possível.
Uma das patologias mais frequentes nos recém-nascidos são as obstruções do canal nasolacrimal, que podem causar conjuntivites de repetição. Devemos ter atenção ao facto de que uma criança poder apresentar um olho com visão normal e o outro com má visão, o que pode até permitir uma visão social normal. Esta situação clinica (ambliopia unilateral) se não for diagnosticada e tratada precocemente, recorrendo aos meios de correção  ótica adequados, oclusões oculares e ortótica, poderá transformar-se num olho com visão extremamente baixa para o resto da vida. Neste grupo etário é muito comum o aparecimento de estrabismo, que pode ser corrigido com o uso de óculos ou, em alguns casos, com tratamento cirúrgico.
Na idade pré-escolar é fundamental a avaliação da acuidade visual, sabendo que erros refrativos facilmente corrigidos com o uso de óculos, podem interferir com o aproveitamento escolar. É claro que de forma mais rara, existem multiplas doenças congénitas e secundárias que podem atingir essa crianças na primeira década de vida.
10 aos 20 anos Nesta faixa etária, é importante a vigilância dos erros refrativos e a grande motivação para o uso de lentes de contacto levam a uma necessidade mais frequente da consulta de contactologia.
Frequentemente observamos pacientes com problemas pelo uso abusivo e má manutenção das lentes de contato, tais como úlceras de córnea.
A grande atividade fisica existente neste grupo etário leva ao aparecimento frequente  de traumatismos oculares.
20 aos 40 anos O erro refrativo estabiliza nesta faixa etária, sendo normalmente nesta altura  que se tomam as decisões no que respeita à realização da cirurgia refrativa.
Torna-se mais importante a consulta de rotina naqueles doentes que apresentam alguma doença ocular mais significativa. Os que apresenta um único olho funcional ( monoculares ), muitas vezes decorrente de não ter sido tratado corretamente na primeira década, devem fazer exame preventivo de 6 em 6 meses.
40 aos 50 anos
Nesta década de vida inicia-se o que se chama “vista cansada“, resultante da perda progressiva da elasticidade da cápsula do cristalino, lente responsável pela focagem da visão para perto e que leva á necessidade do uso de óculos na leitura. Esta incapacidade aumenta até aos sessenta anos de idade, altura em que estabiliza.
É nesta faixa etária que se torna mais frequente o aparecimento de hipertensão ocular e do glaucoma, bem como o atingimento ocular de doenças sistémicas, tais como a diabetes mellitus e hipertensão arterial.

Mais de 50 anos
Nesta faixa etária, as doenças degenerativas, tais como a catarata e a degenerescência macular da idade, começam a ser detetadas nos exames oftalmológicos. A frequência destas doenças aumenta com a idade dos doentes. As complicações oftalmológicas de doenças sistémicas (diabetes mellitus, hipertensão arterial, doenças retinianas evolutivas), tornam-se agora mais evidentes. A mudança frequente de óculos pode sugerir a existência de uma catarata em evolução.
O doente que se submeteu a consultas de rotina e tratamento preventivo terá muitas mais probabilidades de chegar a esta idade com boa visão. Devemos felicitar aqueles que, mesmo com tais problemas, mantêm a sua visão. Este é o principal objetivo da Oftalmologia atual.
Notícias em destaque

IOL MASTER 500 vs BIOMETRIA DE CONTATO

  As grandes vantagens da biometria realizada pelo IOL Master 500 são o não...

iTrace - Novo equipamento disponível

A Clínica Oftalmológica Dr. Horácio Correia vai ter disponível um novo...
ASCRS 2015 em San Diego

ASCRS 2015 em San Diego

O Dr. Faria Correia participou como palestrante no Congresso da American Society of Cataract and...